Dicas para viajar com a família gastando pouco

Dicas para viajar com a família gastando pouco

Viajar com a família é uma delícia. Gastando pouco, melhor ainda. A boa notícia é que é possível se divertir em lugares diferentes, na companhia de quem se ama, sem ficar no vermelho.

Entre as dicas para planejar uma viagem com a família sem gastar muito dinheiro estão ser um consumidor consciente e sempre pesquisar preços de passagens e hotéis. Considerar se hospedar em hostels e economizar na alimentação também é importante.

Aproveitar o Wi-Fi gratuito, caminhar e/ou optar pelo transporte público, planejar os passeios e buscar atrações que não cobrem ingresso são outros cuidados que ajudam a manter o orçamento em dia mesmo durante uma viagem.

Veja 7 dicas para planejar uma viagem com a família gastando pouco:

1. Pesquise preços antes de viajar com a família

O primeiro passo para planejar uma viagem com a família gastando pouco é pesquisar preços antes de qualquer coisa. Tenha em mente que optar por viajar na baixa temporada é sempre a melhor opção para quem deseja economizar.

Em meses como maio, abril, setembro e outubro as passagens e hotéis costumam sair bem mais em conta do em que períodos como dezembro, janeiro e julho, que são meses de férias e festas. Feriados também devem ser evitados.

Independentemente do período escolhido, caso vá viajar de avião, uma boa forma de economizar é usar sites que comparam preços de passagens em diversas companhias aéreas, como o Skyscanner Kayak. Crie um alerta de preço e acompanhe quando a tarifa para o destino escolhido baixar.

Pesquisar uma hospedagem com preço competitivo também é preciso. Sites como o Booking reúnem vários hotéis, pousadas e apartamentos para alugar em um só lugar. Use filtros como região desejada e número de pessoas no quarto para fazer sua busca e comparar preços.

2. Não descarte hospedagens alternativas

Saiba como viajar com a família gastando pouco

Quem quer gastar menos na viagem com a família não pode deixar de considerar hospedagens alternativas. Hostels geralmente são descartados por famílias por acharem que é algo apenas para jovens.

Por mais que o clima geralmente seja descontraído, pode ser uma opção não só do ponto de vista financeiro.

Esse tipo de estabelecimento costuma fazer festas e ter espaços para integração, o que é interessante para quem deseja interagir com pessoas diferentes.

Os quartos e banheiros coletivos são comuns em hostels, mas há vários estabelecimentos que oferecem quartos privados, com banheiro exclusivo. É só pesquisar.

Caso a família seja grande, outra opção para economizar na viagem é alugar um apartamento ou optar por um flat, com cozinha no quarto. Essas alternativas permitem acomodar mais gente em um mesmo lugar.

Além disso, costumam oferecer facilidades, como cozinha e área de serviço, conveniências especialmente interessantes em viagens mais longas.

3. Economize na alimentação

Almoços, jantares e lanches podem tornar a viagem em família muito mais pesada financeiramente. Para economizar, considere buscar alternativas para a parte de alimentação.

Escolher hotéis que ofereçam café de manhã e adotar hábitos como almoçar mais tarde para não precisar jantar costumam dar bons resultados.

Uma alternativa é optar por hospedagens que permitam preparar as próprias refeições no quarto. Assim, vocês podem comprar alimentos no supermercado e preparar vocês mesmos, sem ter almoçar e jantar fora todos os dias da viagem.

Tenha atenção especial ao consumo de itens no frigobar do hotel: geralmente, produtos como água, cerveja, chocolates e biscoitos costumam custar o triplo do que o cobrado em um supermercado. Use aplicativos de controle financeiro para manter os gastos em dia.

Não é incomum ter uma surpresa nada agradável com a conta de telefone celular após voltar de uma viagem. Muitas pessoas esquecem de desabilitar o plano de dados, usam a internet como se estivessem em casa e fazem ligações sem se preocupar com o preço. Não caia nessa armadilha.

Para economizar, desabilite seu plano de dados (caso tenha) antes de viajar e aproveite a facilidade do Wi-Fi gratuito. Grande parte dos hotéis e pousadas oferece essa facilidade para os hóspedes. Restaurantes, cafeterias e bares também costumam disponibilizar sua rede para clientes que estão consumindo.

5. Caminhe!

Andar de táxi para todos os lugares ou optar pelos transfers oferecidos pelos hotéis pode deixar sua viagem em família bem mais cara. Uma forma de economizar é optando por caminhar de um ponto turístico a outro.

Caso a distância seja maior, vale a pena usar o transporte público, como ônibus e metrô. Além de, grande parte das vezes, custarem menos do que um táxi, é uma forma de vivenciar a rotina dos moradores da cidade que estão visitando.

Um alerta: não deixe de se informar no hotel sobre as condições de segurança do local antes de se aventurarem a pé ou por transporte público. Pergunte os locais que devem evitados e cuidados a serem tomados para não terem dor de cabeça durante a viagem. Manter a família segura deve ser prioridade.

6. Planeje os passeios

Outra forma de planejar uma viagem com a família gastando pouco é pesquisar também sobre os passeios que serão feitos. Muitas agências concedem descontos para quem fecha pacotes com antecedência.

Outra forma de economizar é avaliar as atrações que podem visitadas por conta própria, sem intermédio de uma agência. Vale a pena checar ainda se seu hotel oferece descontos para hóspedes que fecham os pacotes com ele.

7. Busque atrações gratuitas

Se seu orçamento de viagem estiver apertado, uma alternativa é dar preferência para atrações que não cobram ingresso e/ou custam menos no planejamento.

Diversos museus e centros culturais não cobram ingresso em determinados dias da semana. Vale a pena checar para programar a visita para essas datas.

Caso tenha filhos pequenos, veja no site das atrações se há necessidade de pagar ingresso para as crianças. Checar sites locais da cidade que vai visitar também é uma forma de ficar por dentro de eventos gratuitos que acontecerão no período da viagem.

Com planejamento, viajar com a família gastando pouco é possível. Siga nossas dicas, use o cartão de crédito com sabedoria e tenha certeza que sua viagem, além de inesquecível, não prejudicará seu orçamento financeiro.

Gostou das nossas dicas? Não deixe de seguir a gente em redes sociais como InstagramLinkedInYouTubeTwitter e Facebook!