5 passos para juntar dinheiro para aposentadoria

5 passos para juntar dinheiro para aposentadoria

Juntar dinheiro para aposentadoria significa poupar a longo prazo. De acordo com a pesquisa “A nova cara da aposentadoria” realizada pela Mongeral Aegon, a maioria dos entrevistados sabe que precisa economizar, mas ainda não começou.

Em parte, isso acontece porque muitos têm dificuldade de perceber a necessidade de algo que está distante da sua realidade atual. Há de se considerar, ainda, que mesmo as pessoas que estão dispostas a realizar investimentos não sabem onde guardar dinheiro de modo que ele não desvalorize ao longo dos anos.

Tendo em vista a importância de se programar para a segurança financeira futura, elencamos alguns esclarecimentos sobre o tema, além de 5 passos para ajudar a juntar dinheiro para aposentadoria. Acompanhe!

Quando começar a poupar para aposentadoria?

Descubra como juntar dinheiro para aposentadoria

Ao se falar em juntar dinheiro para aposentadoria, a primeira questão que vem à mente é quando começar a poupar. A resposta para esse questionamento, no entanto, varia de pessoa para pessoa.

Isso porque os projetos futuros são distintos e podem sofrer variações de acordo com as necessidades objetivas e subjetivas de cada um. Além disso, fatores como o padrão de vida que se deseja sustentar e o atual cenário de planejamento financeiro também interferem nesse período de tempo.

Se tomarmos como exemplo um consumidor que acumula dívidas, o ideal é que ele quite as pendências e reorganize o seu orçamento atual antes de abrir um excedente mensal para investir a longo prazo.

Vale pontuar, contudo, que quanto antes for realizada a economia de recursos, maiores são as chances de obter resultados previdenciários satisfatórios. Por outro lado, é fundamental estabilizar as finanças pessoais para, só então, começar a poupar dinheiro para a aposentadoria.

Quanto é necessário poupar?

Após avaliar as perspectivas e colocar no papel seus objetivos, o investidor precisa estabelecer os prazos e valores dos depósitos a serem realizados. No mais, é fundamental que cumpra com essas definições para conseguir reservar determinada quantia.

Se o valor estipulado for mensal, por exemplo, é possível verificar a possibilidade de trabalhos extras para agregar à renda. Também vale, nesse sentido, cortar os custos diários que representam quantias significativas ao fim do ano.

Uma dica valiosa para garantir a permanência dos investimentos ao longo do tempo é se organizar, primeiramente, com valores pequenos de contribuição. Conforme a composição da renda for adaptada à rotina, o investidor poderá elevar os valores comprometidos.

Quais são as melhores opções para poupar?

Uma dúvida frequente entre aqueles que se empenham em poupar a longo prazo para aposentar com um bom padrão de vida é onde guardar dinheiro ou investir de maneira segura.

A questão é que existem inúmeras possibilidades e o investidor deve saber qual a mais adequada diante das suas necessidades. Veja a seguir algumas delas!

Tesouro Direto

Tesouro Direto está entre as opções mais seguras de investimento a curto e a longo prazo. Isso porque constitui um título do Governo Federal que reconhece empréstimos a tempo determinado ao Estado.

Dessa forma, qualquer pessoa física pode depositar o seu dinheiro e recebê-lo acrescido de juros no prazo estabelecido no momento da compra do título. Os vencimentos podem variar bastante, o que permite ao investidor manter altos valores em segurança por anos.

LCI

LCI é a abreviação para Letra de Crédito Imobiliário, um título de renda fixa emitido por instituições financeiras. Trata-se de um empréstimo operado pelos bancos ao setor imobiliário com recursos de investidores.

Esses, uma vez que financiam o empréstimo, adquirem o direito de receber seus créditos com o valor atualizado com juros. Por essa razão, a LCI constitui uma excelente oportunidade para aplicação do dinheiro.

LCA

A Letra de Crédito do Agronegócio, ou LCA, em alguma medida se assemelha à LCI. Isso porque as operações são muito parecidas entre si. Nessa modalidade de investimento, entretanto, o banco obterá recursos de investidores para emprestar dinheiro ao setor agrícola.

Recebendo a atualização do valor com juros, como contrapartida do empréstimo, a instituição financeira repassará ao aplicador dos recursos uma parcela dos rendimentos recuperados.

materiais educativos

Previdência privada

previdência privada é um fundo de investimentos que pode variar bastante dependendo da instituição e do plano escolhidos para aplicação.

Apesar de ser uma excelente opção para obter retorno a longo prazo, é necessário que o investidor receba a orientação adequada para conhecer seus riscos com o passar dos anos.

Por essa razão, é recomendado que a constituição de uma previdência privada seja guiada por um profissional ou pelo próprio gestor do fundo.

5 passos para juntar dinheiro para aposentadoria

Até aqui já deu para ter uma noção do momento e dos valores ideais para começar a juntar dinheiro, além das oportunidades de investimento para reservá-lo.

Agora, é necessário descobrir os melhores métodos para se programar e poupar ao longo dos anos. Afinal, somente dessa forma será possível gerenciar a rotina de maneira eficaz e alcançar o que almeja para o futuro.

Índice Aegon de Preparo para a Aposentadoria, nesse sentido, identificou cinco fatores que, quando combinados, apontam um caminho ideal para economizar para a aposentadoria. Confira quais são eles e a importância que têm para o sucesso do investidor!

1. Tome a decisão de poupar

Como vimos, existem várias formas e tipos de investimento para poupar, mas a decisão de começar é totalmente individual. Portanto, o primeiro passo para juntar dinheiro é aceitar a responsabilidade de economizar para a aposentadoria.

De acordo com a pesquisa da Mongeral Aegon, 71% dos entrevistados se sentem pessoalmente responsáveis por garantir que terão renda suficiente quando a força de trabalho for reduzida.

Do outro lado, somente 8% dizem não se perceber dessa forma, quando confrontados sobre o tema. Ter uma mentalidade que atribui autonomia ao próprio sucesso é, no entanto, extremamente importante para que o indivíduo assuma a sua jornada com determinação.

2. Entenda a importância de planejar

O segundo passo para economizar o montante necessário para a aposentadoria envolve estar consciente sobre a importância do planejamento para o alcance desse objetivo.

Quando questionados sobre essa etapa, dois terços dos entrevistados (67%) disseram ter essa consciência e 8% afirmaram não entender a importância de se planejarem para ter uma aposentadoria tranquila.

É indispensável que o investidor perceba a relevância de organizar a própria rotina para adquirir sucesso no futuro. Por essa razão, uma vez tomada a decisão de poupar a longo prazo, é fundamental começar a pesquisar sobre o assunto e buscar informações relacionadas à educação financeira.

3. Compreenda o que é planejar

O terceiro passo consiste em compreender o que representa esse planejamento previdenciário, tão importante para a consolidação do projeto. Planejar significa traçar metas e desenhar a forma pela qual o objetivo final — que é a aposentadoria — será alcançado.

De acordo com a pesquisa, três quintos (61%) dos entrevistados alegaram compreender o que significa se organizar a longo prazo para a aposentadoria, contrastando com os 12% que dizem não reconhecer essa necessidade.

Portanto, primeiramente é preciso refletir sobre o propósito futuro. Ele pode ser montar um negócio, viajar, comprar um barco ou apenas viver dentro do padrão de vida que se tem hoje. Também mostra-se necessário verificar quais são os caminhos que devem ser percorridos para a realização desses objetivos.

4. Trace um plano

O quarto passo envolve estabelecer um plano concreto que poderá ser posto em prática. Ainda sobre a entrevista realizada, cerca de 41% das pessoas disseram ter um plano bem desenvolvido, enquanto 26% afirmaram não ter plano algum.

Nesse sentido, uma dica valiosa para planejar a aposentadoria é colocar na ponta do lápis quais serão as fontes de renda no futuro, como previdência social, fundo de pensão, previdência privada etc.

Em seguida, é preciso traçar os gastos que comprometem a renda atual – moradia, alimentação, vestuário – e também os que existirão no futuro – medicamentos, plano de saúde, lazer entre outros. Essa descrição poderá auxiliar bastante na elaboração de um plano financeiro efetivo.

5. Coloque o plano em prática

Nessa etapa, será necessário bastante empenho para cumprir o projeto de aposentadoria. É aqui que o investidor precisará destinar uma parte do seu orçamento para a realização do plano.

Contudo, conforme o levantamento realizado por meio da entrevista, somente 34% das pessoas disseram sentir que estão economizando o suficiente. Em compensação, um total alarmante de 37% dos entrevistados confessaram perceber que estão reservando menos recursos do que deveriam.

Em uma análise geral, podemos constatar que 21% dos indivíduos não seguem nenhum dos cinco passos mencionados. Isso significa que 79% estão pelo menos na primeira etapa rumo à realização do projeto.

Desses, 66% avançaram dois passos, enquanto 49% avançaram três. Um terço (33%) dos entrevistados cumpriam quatro etapas e apenas 20% chegaram a concluir todas as indicadas por este artigo.

Como você pôde perceber, juntar dinheiro para aposentadoria exige muito foco e o desenvolvimento da capacidade de planejamento a longo prazo. Além disso, é desejável ter algum conhecimento sobre as opções de investimento para saber onde guardar dinheiro com segurança.

E então, gostou das nossas dicas? Ficou mais claro como realizar um planejamento previdenciário bem-sucedido? Para esclarecer dúvidas e obter mais informações, entre em contato com a nossa equipe!

seguro ideal

  • Publicado

    30 de setembro de 2019

  • Categoria

    Planejamento

  • Tags Relacionadas

    Aposentadoria