Conheça os fundos de Previdência Privada da Mongeral Aegon

Conheça os fundos de Previdência Privada da Mongeral Aegon

Você sabe o quanto é importante se planejar para os grandes momentos da vida, certo? Mas sabe também que isso vale para os mais diferentes âmbitos, incluindo o universo dos investimentos? E o que são fundos de previdência privada?

Antes de escolher onde investir, portanto, é preciso pesquisar e buscar o máximo de informações para não ter dor de cabeça depois.

Pensando nisso, queremos hoje explicar tudo o que você precisa saber sobre a previdência privada da Mongeral Aegon.

Nosso propósito é oferecer flexibilidade e opções inteligentes para você escolher o que casa melhor com suas expectativas e necessidades. Dessa forma, conseguimos compor um portfólio completo, cheio de ótimas alternativas. Entenda tudo sobre os planos de previdência da Mongeral Aegon!

Quais são os fundos de previdência privada da Mongeral Aegon?

fundos de previdência privada da mongeral aegon

Cada investidor se enquadra em um perfil, de acordo com seu grau de tolerância ao risco. Assim, enquanto algumas pessoas preferem rentabilidade menor e mais segurança, outras priorizam um retorno mais alto, aceitando para isso que parte do seu fundo de previdência seja investido em renda variável.

Com base nisso, a divisão clássica praticada gira em torno de 3 grupos maiores: os conservadores, os moderados e os agressivos.

Os diferentes perfis de investidores

O perfil conservador é aquele que tem aversão a qualquer tipo de risco, preferindo que suas aplicações sejam alocadas em investimentos de renda fixa. Por isso, sua carteira é composta integralmente de títulos públicos e privados.

Já o moderado aceita inserir uma pequena parte de opções de renda variável na sua carteira de investimentos, buscando um ganho um pouco maior.

Por outro lado, o perfil agressivo permite alocar uma parte maior de seus recursos na bolsa de valores e, o restante, em opções de renda fixa. Isso porque ele apresenta maior tolerância ao risco e lida bem com as flutuações típicas da renda variável.

Mas isso não quer dizer que ele aceita perder dinheiro, ok? Até porque, essa é uma perspectiva incompatível com a decisão de poupar e investir. Na verdade, esse investidor sabe que, mesmo com a bolsa em queda, não vale a pena se precipitar, mudando tudo.

A questão do risco nos investimentos

Quando o assunto é risco para os investimentos, muita gente até se arrepia. Não precisa ser assim! A verdade é que o cenário econômico diz muito sobre o potencial dos investimentos.

Veja, por exemplo, o cenário atual: a queda da Selic faz cair o rendimento das aplicações baseadas em CDI, sendo fundamental, assim, assumir riscos maiores (devidamente calculados) para alcançar uma rentabilidade também mais alta.

É preciso entender que a renda variável envolve momentos de virada, com um bom investimento caindo e outro, que não estava indo tão bem, apresentando uma excelente recuperação. E isso é completamente compatível com investimentos de longo prazo!

A forte presença do perfil conservador no Brasil se dá por nossa histórica alta da taxa Selic. No entanto, em situações de queda de juros, é preciso confiar na capacidade do gestor do de escolher perspectivas melhores, abrindo mão de tanto conservadorismo.

Na Mongeral Aegon, nossos gestores e especialistas estão preparados para avaliar e fazer as melhores escolhas em todos esses cenários, atuando em conjunto com nossos clientes.

Esses profissionais ajudam a escolher o plano ideal dentro das duas grandes famílias que a empresa oferece: Vida Toda e Private. Vamos conhecê-las um pouco mais?

Os planos do grupo Vida Toda

Os planos do grupo Vida Toda são específicos para quem tem um orçamento mais limitado e não pode separar uma quantia muito alta para a previdência.

Por isso, o valor mínimo de contribuição é de apenas R$ 100. Ele é ideal para atender às demandas de quem quer ou precisa investir menos, mas não abre mão da segurança e da estabilidade no futuro. Nesse grupo, todos os produtos são voltados para a renda fixa.

Os planos do grupo Private

fundos de previdência privada da mongeral aegon

A família Private é voltada para quem tem reservas maiores e, por isso, pode fazer contribuições mensais mais altas. Seus produtos oferecem opções de alocação de recursos para os três grandes grupos de investidores.

Aqueles mais conservadores podem optar pelo fundo Private 100% renda fixa ou pelo fundo de crédito 100% renda fixa, indexado no IPCA para garantir proteção contra altas da inflação.

Já os clientes moderados têm à sua disposição produtos com 20% de aplicação na bolsa e o restante em CDI — títulos de renda fixa.

Perfis agressivos também são atendidos pelos planos Private da Mongeral Aegon, com opções de investimento que alocam 45% dos recursos na bolsa de valores e o restante em renda fixa, garantindo o equilíbrio perfeito entre segurança, riscos calculados e rentabilidade.

Private Top

Essa opção não tem taxa de carregamento e oferece uma das menores taxas de administração do mercado, de apenas 0,7%. Isso porque o foco aqui está na obtenção do melhor rendimento possível. O aporte inicial mínimo é de R$ 3 mil e os investimentos do Private Top oferecem lucros maiores que a variação do CDI.

Private Solutions

A previdência Private Solutions também traz as mesmas condições do Private Top em termos de taxa de administração e carregamento. É ideal para planejar a manutenção do padrão de vida pessoal ou familiar e o alcance de metas de longo prazo.

Esse produto também pode ajudar no planejamento tributário e na sucessão patrimonial, além de contar com uma estrutura multifundos flexível que permite ao cliente mudar suas opções de alocação de recursos durante a vigência do plano.

Assim, se determinada composição de investimentos não traz o resultado esperado, ele pode modificá-la para alcançar seus objetivos.

seguro ideal

Quais são as taxas praticadas pela Mongeral Aegon?

As taxas variam conforme o investimento que você deseja realizar. Para aplicações iniciais menores, a taxa de administração se inicia em 1,75%, podendo diminuir até 0,7% para aportes maiores.

Entenda: em todo o mercado, quanto mais você oferece, mais alternativas de investimento possui. E nos planos de previdência não é diferente.

Investir mais significa ter mais poder de negociação. Por isso, a Mongeral Aegon trabalha com taxas diferentes, para favorecer aqueles clientes que buscam investir mais.

Assim, se você organizar melhor seu planejamento financeiro e migrar de um plano Vida Toda para um da família Private, vai usufruir de melhores condições.

Mas não entenda errado: no fim das contas, todos os clientes são beneficiados com vantagens significativas, conseguindo equilibrar segurança com bons retornos. Esse, afinal, é justamente o objetivo da previdência privada!

O que você precisa saber sobre tributação?

A tributação varia de acordo com o plano contratado. O Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL), por exemplo, é uma modalidade de planejamento para aposentadoria.

Nesse caso, portanto, o entendimento geral é de que você está investindo em uma previdência complementar. Por isso, é possível deduzi-lo do Imposto de Renda, respeitando o limite de 12% do total de rendimentos tributáveis.

No resgate, por outro lado, é como se você estivesse recebendo uma nova renda. Assim, todo o montante é tributado, seja recebido em parcela única ou em forma de renda vitalícia.

Já o Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL) é uma forma de seguro pessoal para o futuro. O entendimento, nesse caso, é de que você está investindo seu próprio dinheiro para reavê-lo rentabilizado no futuro.

Por isso, o desconto do Imposto de Renda é calculado apenas sobre os rendimentos. Por outro lado, não há possibilidade de usá-lo para dedução do Imposto de Renda.

Tabela progressiva

A forma de cálculo da alíquota também varia. Se você está investindo com foco em um objetivo de curto prazo, o melhor é escolher a tabela progressiva do IR, aquela que aumenta conforme o montante recebido.

Concorda que quem investe por mais tempo recebe retornos maiores? Portanto, para projetos mais imediatos, lembre-se: tabela progressiva, que funciona da mesma forma que o Imposto de Renda retido na fonte.

Tabela regressiva

Já para atender a planos de longo prazo, o ideal é optar pela tabela regressiva — como acontece no mercado financeiro em geral. Investimentos feitos por períodos mais longos têm o benefício de usufruir de uma alíquota mais baixa. Assim, quanto mais tempo você investe, menos paga de IR.

Agora você já conhece as informações mais importantes sobre como funciona a previdência privada da Mongeral Aegon. Ainda quer saber mais? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas com um de nossos especialistas!

materiais educativos