Seguro de vida para solteiros: será que vale a pena?

Seguro de vida para solteiros: será que vale a pena?

seguro de vida para solteiros é uma boa ideia? Seria desperdício de dinheiro contratar um seguro de vida sem ter cônjuge ou filhos dependentes? Aqui, vamos desmantelar por completo o mito de que seguro de vida só é útil para pessoas com dependentes.

Você vai conhecer todas as vantagens e toda a proteção que um bom seguro de vida pode dar a um jovem profissional que está apenas começando sua carreira e nem está pensando em ter família ainda. Confira!

Seguro de vida para solteiros vale a pena?

Conheça as vantagens do seguro de vida para solteiros

O seguro de vida tem por objetivo manter a renda familiar o mais próximo possível da normalidade, mesmo diante de uma situação de crise.

Essa situação de difícil pode ser a morte, um acidente ou uma doença que venha a recair sobre o provedor do lar, fazendo com que fique incapacitado de trabalhar.

Portanto, um seguro de vida pode ser bastante útil para qualquer pessoa que possua dependentes como pais idosos, irmãos pequenos ou familiares com deficiência.

Apesar disso, não podemos nos esquecer de que o seguro de vida também é muito útil para aquelas pessoas que têm apenas a si mesmas como dependentes.

Um dos maiores mitos associados ao seguro de vida no Brasil é o fato de que ele só tem utilidade para idosos com filhos e netos. A origem desse pensamento equivocado está em supor que o seguro de vida só tem um único tipo de cobertura: contra a morte.

A realidade é que a proteção oferecida pelos seguros de vida, a depender das coberturas contratadas, é bem mais ampla. Pode incluir, por exemplo, cobertura para incapacidade parcial ou absoluta para o trabalho e doenças graves.

O seguro de vida tem se mostrado uma ferramenta muito importante para jovens profissionais liberais, vínculo cada vez mais comum no mercado de trabalho brasileiro. Isso acontece em razão da cobertura de diárias por incapacidade temporária (DIT).

Sempre que o segurado não puder trabalhar por consequência de algum evento previsto no contrato, como doença ou acidente, recebe uma diária correspondente ao valor que receberia caso estivesse apto para realizar o serviço naquele dia.

Quais são as vantagens do seguro de vida para solteiros?

Talvez a primeira vantagem do seguro para solteiros seja a proteção contra acidentes.

É bem verdade que a chance dos jovens terem um problema de saúde é pequena, no entanto, eles têm uma probabilidade maior de se envolver em acidentes de trânsito ou praticando esportes, por exemplo.

As consequências financeiras de um acidente como esses podem ser devastadoras para o projeto de vida de um jovem, fazendo com que fique dependente da ajuda de amigos e familiares.

Vale encerrar o tópico lembrando que é muito importante ler o contrato de seguro antes de assinar, já que esta é a única forma de sabermos o que estamos comprando. Muitas dessas coberturas são adicionais, então é sempre bom verificar as regras do jogo antes mesmo do início.

seguro ideal

 

 

 

 

 

Confira agora outras dúvidas que você pode ainda ter sobre seguro de vida:

Posso confiar apenas no seguro de vida da empresa?

A resposta para essa pergunta é: depende! Muitas empresas oferecem seguro de vida para seus funcionários como um benefício. No entanto, precisamos analisar a apólice e ver se o valor do capital segurado está de acordo com as nossas necessidades.

Caso o capital segurado seja muito baixo, é recomendável que o jovem profissional procure complementar essa proteção com outro seguro de vida.

Seguro de vida ou previdência social?

A proteção dada por um seguro é bem diferente daquela que o segurado obtém por meio da previdência social.

Assim, os benefícios são perfeitamente cumuláveis. Todo trabalhador brasileiro é (ou pelo menos deveria ser) segurado obrigatório da previdência social.

Isso significa que a sua remuneração é descontada para que ele possa contribuir para o INSS. Em contrapartida, está amparado pela previdência social caso venha a se encontrar em alguma das situações de risco social previstas na lei, como desemprego involuntário, doença grave ou invalidez permanente.

O problema é que os benefícios pagos pelo INSS têm um teto relativamente baixo e nem sempre conseguem fazer com que o segurado mantenha o mesmo padrão de vida, caso venha a depender exclusivamente do benefício.

Seguro de vida ou previdência privada?

Em tempos de crise, talvez você esteja em uma situação em que tenha que optar entre contribuir para uma previdência privada ou contratar um seguro de vida.

Os dois investimentos são importantíssimos para a estabilidade do nosso fluxo de renda com o passar do tempo.

O interessante é que, hoje em dia, podemos combinar as duas coisas em um só produto. Estamos falando, é claro, do seguro de vida resgatável. O seguro resgatável é uma modalidade que combina seguro com investimento.

Funciona assim: o segurado vai contribuindo para o seguro e, com o passar do tempo, caso não venha a precisar da indenização, poderá sacar uma parte do valor.

O melhor de tudo é que esse dinheiro não fica parado e é devolvido para o segurado já com os rendimentos. Quanto mais tempo o segurado ficar sem mexer no dinheiro, maior será o montante ao final.

Quanto custa um seguro de vida?

Podemos dizer que o seguro de vida para solteiros tem, ainda, uma última vantagem: o preço! O valor de um seguro de vida é fixado a partir de alguns fatores que formam o perfil do segurado. Um dos fatores mais importantes é justamente a idade.

Isso acontece porque é estatisticamente mais provável que um senhor de idade venha a precisar utilizar o serviço quando em comparação com uma jovem que está apenas começando a pensar em formar uma família.

Por fim, vale destacar também que existem vários tipos de seguro de vida e que o segurado pode escolher o valor da apólice (da indenização que ele receberá caso o sinistro previsto em contrato venha a ocorrer), outro fator que pesa bastante no preço do seguro.

Podemos dizer que existem produtos para todos os tipos de necessidades e possibilidades, portanto, o preço dificilmente será um obstáculo para quem deseja buscar a segurança de um seguro de vida.

materiais educativos

E aí, ainda ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então entre em contato com a Mongeral Aegon e tenha acesso a um time com os melhores profissionais do mercado prontos para tirar as suas dúvidas!

  • Publicado

    04 de julho de 2018

  • Categoria

    Educação Financeira

  • Tags Relacionadas

    Seguro de vida