Veja como poupar com roupas sem perder o estilo

Veja como poupar com roupas sem perder o estilo

Poupar com roupas sem perder nada no estilo é uma tarefa mais que possível. É isso mesmo: com criatividade e inteligência, você pode continuar se vestindo bem sem ficar com a conta no vermelho!

Para tanto, basta mudar alguns hábitos e abrir mão de comportamentos nocivos, como comprar por impulso, parcelar sem limites no cartão de crédito ou não pesquisar preços.

Entre as dicas que separamos para você gastar menos com vestuário sem perder seu estilo pessoal estão revender peças que não usa mais, investir em artigos que não saem de moda e não desprezar o poder dos brechós físicos e virtuais.

Apostar em combinações com acessórios, escolher as épocas certas para comprar e trocar roupas com amigos são outras formas de manter seu guarda-roupa atualizado sem gastar demais.

Continue a leitura para entender em detalhes como é possível reduzir os gastos com roupas sem perder nada no estilo!

Como poupar com roupas sem perder o estilo

1. Revenda o que não usa mais

poupar com roupas

Uma das formas mais eficientes de poupar com roupas é desenvolver um olhar criterioso sobre as roupas e os acessórios do seu armário para avaliar quais são os que você realmente usa e quais podem ser repassados.

Depois de selecionar as peças que efetivamente usa, analise a conservação das que não são tão usadas assim para ver se dá para revender em brechós físicos ou online. Dessa forma, além de levantar um dinheiro que pode ser usado para comprar peças que tenham mais a ver com seu estilo atual, você ainda torna seu guarda-roupa mais funcional, otimizando tempo na hora de se vestir.

2. Invista em peças curingas

Outra dica indispensável para quem quer reduzir gastos com roupas sem sair de moda é apostar em peças curingas, que podem ser usadas em diversas combinações.

Modelagens atemporais e cores clássicas, como preto, cinza e azul-marinho, são boas escolhas porque podem ser usadas em ocasiões diferentes. As peças que prezam pela versatilidade também podem ser combinadas com itens que seguem as tendências atuais, ajudando na montagem de um guarda-roupa inteligente e otimizado.

3. Garimpe as araras de brechós

Para reduzir suas despesas com roupas, considere ainda fazer suas compras em brechós, sejam eles físicos ou online. Sites como Mercado Livre, em que vendedores revendem suas peças, também podem ser uma boa pedida. Basta procurar um pouco e ter olhar apurado para encontrar peças ótimas, às vezes até com etiqueta!

Para economizar ainda mais, analise com cuidado o valor do frete no caso das compras virtuais para ver se o negócio realmente vale a pena. Que tal juntar mais amigos para fechar um pedido maior e ratear esse custo?

materiais educativos

4. Aposte nos acessórios

Uma forma inteligente de atualizar o guarda-roupa sem gastar muito dinheiro é usando o poder de acessórios, como sapatos e bijuterias, a seu favor. É fato: o mesmíssimo look pode mudar completamente com os acessórios certos.

Investir em itens para criar sobreposições, como jaquetas, casacos e blazers, também é uma maneira de melhorar as combinações disponíveis para o dia a dia.

5. Compre nas épocas certas

poupar com roupas

Quem quer poupar com roupas precisa saber também os melhores momentos para fazer suas compras. Evite épocas de lançamento de coleções e vésperas de datas comemorativas, como o Natal. O ideal é fazer suas compras em períodos de liquidações e não deixar de aproveitar promoções.

Para o barato não sair caro, no entanto, é importante resistir às compras por impulso, levando apenas aquelas peças que você realmente precisa para compor seu guarda-roupa. Comprar determinado item só porque está na promoção, sem que ele tenha a ver com seu estilo ou que não combine com o que já tem no armário, é puro desperdício de dinheiro.

6. Promova trocas de roupas

Em um tempo em que economia colaborativa é uma expressão cada vez mais em voga, nada mais natural que procurar fórmulas alternativas para fugir do consumo desenfreado. Nesse sentido, uma dica valiosa para ter um guarda-roupa diferente a cada dia é promover a troca de peças entre amigos e familiares.

Sabe aquele casaco que você não usa mais, mas ainda está novinho em folha? Empreste para alguém que o aproveitará melhor! Tem um casamento e não quer investir em um vestido de festa para usar só uma vez? Peça emprestado para alguém que vista o mesmo número!

Apostar na troca de roupas é uma forma de economizar um bom dinheiro em peças que seriam pouco usadas para investir em roupas e acessórios que realmente farão a diferença no seu dia a dia.

7. Faça compras inteligentes

Para poupar com roupas sem prejudicar seu estilo pessoal, o segredo está em fazer compras inteligentes, planejadas. Para isso, analise constantemente seu armário para saber as peças que tem e também as que mais usa. Dessa forma, você não cai no erro de comprar um item muito similar ao que já tem ou que não combine nada com o que costuma usar.

Fazer compras inteligentes passa também por pesquisar preços e não se deixar levar pela ansiedade de comprar um item de primeira. Dependendo do item a ser adquirido, pode valer a pena abrir mão da marca para pagar menos.

Não deixe de analisar o custo-benefício antes de fazer qualquer compra. Muitas vezes, afinal, o barato pode sair caro. Em alguns casos, prefira investir um valor maior em determinados itens, como jeans, casacos, bolsas e sapatos, pensando em garantir que eles durarão por bastante tempo.

Para não transformar seus gastos com roupas em dor de cabeça, é importante consumir de forma consciente. Tenha sempre em mente que é sim possível continuar estiloso gastando menos. Não, preço não é sinônimo de beleza nas roupas!

Viu como, com criatividade e planejamento, dá para ter um guarda-roupa incrível sem nem por isso ficar no vermelho e perder sua liberdade financeira?

Não se esqueça: revenda ou troque as roupas que não usa mais, invista em peças curingas, procure por boas oportunidades de compras em brechós, pesquise preços e prefira comprar em épocas de liquidações para manter seu closet em dia sem fazer dívidas!

Quer ter acesso a outros conteúdos sobre finanças pessoas? Leia também quanto você precisa economizar antes dos 30 pensando no seu futuro financeiro!

seguro ideal

  • Publicado

    05 de dezembro de 2018

  • Categoria

    Educação Financeira

  • Tags Relacionadas

    Finanças pessoais