Filhos que gastam demais: saiba como superar o desafio

Filhos que gastam demais: saiba como superar o desafio

Filhos que gastam demais: esse é um desafio bastante comum para muitas famílias. Apesar de recorrente em muitos lares brasileiros, a questão merece atenção, viu? Normalmente, despesas excessivas por parte dos filhos estão intimamente ligadas à falta de um bom planejamento financeiro e da definição de regras claras.

A boa notícia é que é mais que possível, com alguns passos simples, conscientizar não só os filhos como também o restante da família de forma que todos economizem em conjunto, criando mais responsabilidade.

Pronto para fazer planos que envolvam toda a casa, criar uma lista de desejos da família e montar um cofrinho comunitário?

Se você tem filhos que gastam demais, chegou a hora de saber como superar esse obstáculo e não comprometer a liberdade financeira da família. Acompanhe!

Filhos que gastam demais: saiba como superar o desafio

Introduza a educação financeira em casa

filhos que gastam demais

O primeiro passo para lidar com filhos que gastam demais é tornar a educação financeira um tema recorrente em casa. Falar de dinheiro de forma natural é uma ótima maneira de fazer com que crianças e adolescentes também se sintam à vontade para discutir o assunto e tirar suas dúvidas em relação às finanças familiares.

Acredite: quanto mais cedo seus filhos tiverem intimidade com o tema, mais fácil será para eles lidarem com essa questão ao longo de suas vidas. Isso também os ajudará, no futuro, a fazerem melhores escolhas financeiras.

Uma boa forma de introduzir o tema em casa é com a explicação de conceitos básicos, como orçamento familiar, controle de gastos, receitas, cartão de crédito, juros e assim por diante. Dependendo da idade dos filhos, é importante ilustrar de maneira prática para que eles entendam direitinho.

Reforce a importância do esforço

Outro passo importante para os pais conscientizarem os filhos que gastam demais é mostrar que nada se alcança sem esforço. Para isso, deixe clara a diferença entre atividades que são obrigação e aquelas que são consideradas tarefas extras.

No caso de crianças, por exemplo, guardar os brinquedos depois de brincar pode ser uma obrigação, enquanto ajudar a passar pano nos móveis é considerada uma atividade extra. Uma tarefa extra pode valer uma recompensa, enquanto a obrigação não deve ser recompensada.

seguro ideal

Faça planos que envolvam toda a casa

Para superar o desafio de filhos que gastam mais do que devem, também é importante criar planos que envolvam toda a casa. Nesse sentido, comece escolhendo um objetivo que a família inteira compartilhe, como trocar de carro, fazer uma viagem de férias ou reduzir a conta de água.

Depois de definirem em conjunto o sonho que querem realizar, envolva os filhos em todas as etapas seguintes, como estabelecer em quanto tempo desejam alcançar tal objetivo, quanto deve ser poupado por mês para atingi-lo e que alterações devem ser feitas no orçamento para conseguir chegar aonde pretendem no tempo determinado.

Incentive a participação dos filhos no orçamento

Falando em orçamento familiar, para mudar a mentalidade dos filhos que gastam demais, é preciso estimular a participação de todos no controle de receitas e despesas da casa. Com esse intuito, na hora de montar ou ajustar o orçamento doméstico, chame os filhos para participarem das decisões!

Mostre para as crianças ou os adolescentes quais são as principais despesas da casa e como cada membro da família pode ajudar a reduzi-las. É importante deixar claro que o dinheiro economizado pode ser usado para encurtar o caminho até o objetivo em comum que foi estabelecido!

Crie uma lista de desejos

É possível que, na hora que todos os membros da família sentarem para estabelecer um objetivo em comum, surjam divergências em relação ao que cada um quer fazer primeiro. Para lidar com esse desafio, uma boa ideia é criar uma lista de desejos familiar composta por objetivos de curto, médio e longo prazos.

Dessa forma, você garante que todos terão voz e ainda fica mais fácil fazer um planejamento considerando o que a família deseja realizar e em quanto tempo. Na hora de montar essa listinha, no entanto, é importante ser realista, incluindo apenas aqueles objetivos que podem ser realizados dentro do tempo desejado.

Mostre a importância da poupança

Ensinar os filhos desde cedo a criar hábitos financeiros saudáveis é a melhor forma de evitar gastos em excesso. Se o hábito de contrair despesas mais altas que o desejável já existe, é hora de agir rápido, introduzindo a importância da poupança para manter a vida financeira segura e saudável.

Converse com seus filhos e, juntos, criem uma meta de poupança para o mês. Defina também como a quantia será utilizada posteriormente. O ideal é começar com valores pequenos, aumentando-os conforme seus filhos forem se acostumando com a prática.

Uma estratégia que costuma gerar bons resultados é combinar que, a cada X reais poupados, você se compromete a completar com mais Y reais, por exemplo. Isso que é motivação, não concorda?

filhos que gastam demais

Monte um cofrinho comunitário

Família que poupa unida, permanece unida! Depois de os filhos entenderem a importância da poupança e começarem a guardar seu próprio dinheiro, dê mais um passo para conscientizar sobre a importância de todos trabalharem em prol do orçamento familiar equilibrado com a criação de um cofrinho comunitário.

A prática consiste em nada mais que, mensalmente, todos contribuírem com um valor previamente estipulado para a criação e a manutenção de um fundo que servirá aos propósitos de toda a família.

Mesmo os filhos que ainda não têm renda podem participar, fazendo tarefas extras que serão revertidas em recursos financeiros para o cofre familiar, como dar banho no cachorro da família ou se responsabilizar pela louça do jantar toda noite.

Ter filhos que gastam demais é um desafio comum a várias famílias brasileiras. Para vencê-lo, antes de tudo, é preciso mudar a mentalidade que algumas crianças e jovens têm ao lidar com dinheiro. Ao longo do caminho, use e abuse do planejamento financeiro, seu grande aliado nessa missão.

Para ter uma vida financeira saudável em família, é importante contar com a participação e a cumplicidade de todos os membros da casa, todos juntos em prol da superação dos obstáculos que surgirem. Com união e transparência, tudo é possível.

materiais educativos

Quer ter acesso, em primeira mão, a outros conteúdos sobre finanças pessoais e controle de gastos? Então curta agora nossa página no Facebook!