Cooperativa de crédito na era digital: conheça as tendências desse mercado

Cooperativa de crédito na era digital: conheça as tendências desse mercado

Nos últimos anos, a internet saiu de uma situação em que era simplesmente uma facilitadora para a condição de protagonista. Hoje, as relações pessoais e de trabalho são construídas todos os dias com base na tecnologia, e isso inclui os serviços financeiros e bancários das cooperativas. Mas qual é o papel de uma cooperativa de crédito nesse cenário?

Neste artigo, vamos explorar as tendências do mercado cooperativista na era digital. As prestadoras de serviços bancários estão inseridas em um contexto competitivo e, por isso, precisam estar atentas às novidades, buscando inovar e evoluir constantemente. Assim, a tendência é que ocorram grandes transformações no atendimento, nos processos e na relação com os clientes.

Quer entender melhor o que pode mudar em uma cooperativa de crédito na era digital? Continue acompanhando o conteúdo!

O que são as cooperativas de crédito e por que foram criadas?

cooperativa de crédito

As cooperativas de crédito, também chamadas de cooperativas financeiras, são associações de pessoas com forma e natureza jurídica próprias, não sujeitas à falência e sem fins lucrativos.

Quando um grupo de pessoas cria uma cooperativa de crédito, seu objetivo é prestar serviços e proporcionar crédito aos seus associados de modo mais simples e vantajoso.

Em outras palavras, o cooperativismo é um formato de organização usado pela sociedade para resolver os mais diferentes problemas comuns relacionados ao dia a dia, por meio de ajuda mútua.

Ao unir seus esforços em um empreendimento coletivo, os indivíduos obtêm resultados melhores e realizam ações que dificilmente seriam conquistadas por conta própria.

Um dos problemas mais comuns aos empreendedores e donos de pequenos negócios é o acesso a serviços financeiros, como crédito e empréstimos, compatíveis com suas necessidades e situações financeiras. Especialmente nesse contexto, as cooperativas de crédito surgem como uma solução adequada para o problema.

O que é a transformação digital e como ela está impactando as empresas?

A transformação digital é um processo no qual as instituições utilizam a tecnologia para aumentar seu alcance de marca, garantir bons resultados e melhorar seu desempenho. Nessa mudança, as companhias aprimoram — ou mudam drasticamente — seus modelos de negócio com a finalidade de explorar todo o potencial das tecnologias existentes no momento.

Como fruto dessa evolução, os empreendimentos geram valor para seus clientes, parceiros e acionistas, expandindo resultados cada vez mais positivos em todas as áreas.

A transformação digital também envolve o atendimento ao consumidor e a constante busca para suprir suas necessidades. Mas seu foco principal é o uso de tecnologias que possibilitem a condução do negócio da melhor maneira possível.

Hoje em dia, a tecnologia é capaz de reconfigurar diferentes setores do mercado e oferecer a eles inúmeros benefícios. Diferentemente dos tempos passados, quando as inovações serviam como apoio aos produtos e serviços já existentes, hoje a tecnologia é vista como o ponto de partida para a criação de novas soluções.

Assunto no mundo inteiro, a transformação digital também tem se mostrado presente nas inovações aqui no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pelo SAP Digital Transformation Executive Study, 56% dos negócios brasileiros pretendem atingir um aumento de 5,1% a 10% de receita no ano de 2018 após colocar a transformação digital em prática.

Parte dessa mudança de mentalidade acelerada acontece pelo fato de algumas organizações líderes de mercado já terem adotado a transformação digital há algum tempo. Desse modo, as outras empresas devem correr atrás do prejuízo.

Entre os exemplos de grandes marcas que implementaram a transformação digital no Brasil estão Vivo, Magazine Luiza e Coca-Cola Brasil. Além disso, existem exemplos de instituições que já surgiram digitais, como o Nubank — que faz parte justamente do setor financeiro.

Quais são as tendências da cooperativa de crédito na era digital?

Existem inúmeras tendências para uma cooperativa de crédito na era digital. Veja a seguir algumas das principais transformações que vêm sendo implementadas.

materiais educativos

Uso de plataformas online

Essa característica está entre as tendências mais notáveis das cooperativas de crédito na era digital. Com as consideráveis melhorias da qualidade e na segurança da internet móvel e com o aumento do uso de smartphones e tablets, as instituições que não se fazem presentes na palma da mão do cliente serão deixadas para trás.

Entretanto, é preciso entender que as plataformas online devem oferecer funcionalidades e recursos que as tornem interessantes e vantajosas.

Cadastro digital

Mais do que disponibilizar uma plataforma online para quem já é cliente, há cooperativas de crédito nas quais os interessados podem se tornar cooperados por meio da internet. Nesse caso, o cadastro é concluído após o envio de uma série de documentos. A partir daí, há a liberação dos investimentos.

Automação de processos

Embora já não seja mais novidade, os procedimentos manuais “enraizados” nos modelos de trabalho das organizações, inclusive das cooperativas de crédito, tendem a ser automatizados.

Exemplos de atividades que podem ser executadas de forma automática são os softwares de gestão financeira, justamente por serem soluções que facilitam a rotina e permitem a automação.

Nesse contexto, outra tecnologia que vale destacar são os “assistentes virtuais”, também conhecidos como chatbots. Em resumo, a tecnologia se baseia em “robôs de conversação”. Eles dialogam com os clientes a fim de solucionar seus problemas e dúvidas, agilizando o atendimento.

Blockchain

Entre todas as tendências que podem ser implementadas pelas cooperativas de crédito na era digital, o blockchain é a que apresenta maior potencial.

Ao aplicar essa tecnologia, a instituição muda por completo a maneira como as informações são armazenadas e protegidas. A confiabilidade do blockchain é extremamente elevada, pois essa medida tem a descentralização dos dados como premissa de segurança.

Isso significa que as informações financeiras não ficam guardadas em um único servidor, mas sim em centenas de computadores que fazem parte da rede, formando uma espécie de “encadeamento de blocos”.

Como vimos neste artigo, uma cooperativa de crédito na era digital tende a aproveitar as vantagens que a tecnologia oferece. No entanto, isso é feito sem perder o espírito de união e colaboração que caracteriza esse tipo de instituição.

Assim, os cooperados podem desfrutar do que há de mais prático e moderno e ainda contar com todas as vantagens que só uma cooperativa oferece.

Quer cuidar bem do seu dinheiro e investi-lo com sabedoria? Entre em contato conosco, ficaremos felizes em ajudar!

seguro ideal

  • Publicado

    08 de fevereiro de 2019

  • Categoria

    Educação Financeira

  • Tags Relacionadas

    Finanças pessoais