Como sair das dívidas? Veja estes 7 passos

Como sair das dívidas? Veja estes 7 passos

Muitas pessoas se perguntam como sair das dívidas, mas não têm ideia de como começar a lidar com a situação e resolver suas pendências financeiras.

Essa paralisia gera angústia e, às vezes, só piora o cenário — já que os débitos em aberto se acumulam, assim como os juros cobrados. A boa notícia é que, com determinação e um bom plano financeiro, é possível se livrar das dívidas.

Neste post, daremos o passo a passo para quem quer acabar de vez com os débitos em aberto e conquistar a liberdade financeira. Quer descobrir como sair das dívidas? Veja estes 7 passos!

1. Liste todas as dívidas

Quer saber como sair das dívidas? Comece listando todas elas

O primeiro passo para sair das dívidas é saber qual é a real situação das suas finanças. Por isso, é essencial listar todos os débitos que tem, por menores que sejam.

Saiba exatamente quanto está devendo, há quanto tempo e para quem. Isso é indispensável para definir quais débitos precisam ser quitados primeiro. Liste também as empresas com as quais você deve entrar em contato para renegociar o que está devendo.

2. Tente renegociações

Depois de listar todas as dívidas, é hora de partir para a ação: entrar em contato com os credores e, se for o caso, propor uma renegociação dos valores em aberto.

Tenha em mente que, assim como você tem interesse em pagar, as empresas também querem receber. Por isso, prepare uma proposta para quitar a dívida considerando quanto você pode dispor para saldar o que deve.

Em alguns casos, pode valer a pena vender algum bem para pagar o débito à vista e conseguir um desconto no valor total.

3. Priorize os débitos com juros mais altos

Outro passo importante para quem quer sair das dívidas é saber que é preciso priorizar os débitos que cobram juros mais altos.

Se você está devendo no cheque especial ou no cartão de crédito, por exemplo, priorize a quitação desses débitos, que cobram alguns dos juros mais altos do mercado. Dependendo da situação, pode valer a pena pegar um empréstimo com taxas competitivas para saldar dívidas caras.

4. Anote todas as entradas e saídas

Tornar o controle financeiro um hábito é outro cuidado para quem quer se ver livre das dívidas. Nesse sentido, é importante registrar todas as entradas e saídas do orçamento doméstico. Assim, você descobre não só quanto dinheiro está gastando, mas também em que categorias estão as principais despesas.

São várias as formas de fazer o gerenciamento financeiro. É possível usar aplicativos, planilhas ou até mesmo caderno e caneta.

Independentemente do método adotado, é essencial registrar mesmo os menores gastos, especificando o valor e a categoria em que a despesa e/ou receita está inserida. Dessa forma, fica mais fácil saber se você está gastando em áreas que são de fato importantes para você e sua família.

5. Envolva os familiares

Para sair das dívidas, envolva toda a família no planejamento

Sair de vez das dívidas é uma missão que deve envolver a família inteira. Para alcançar a tão sonhada liberdade financeira, é importante que todos os membros da casa trabalhem para manter os gastos sob controle, fazendo sua parte para consumir de forma consciente.

Quitar as dívidas é um processo que exigirá certos sacrifícios de todos. Por isso, é essencial ser transparente. Certifique-se de que os familiares sabem qual é a real situação das finanças da casa e quais custos devem ser reduzidos no orçamento.

Mudar hábitos fica muito mais fácil quando os membros da casa compartilham o objetivo de quitar os débitos em aberto e trabalhar para ficar com as finanças em dia.

6. Não faça novas dívidas

Quem quer sair de vez do vermelho deve organizar suas finanças de forma a evitar fazer novos débitos enquanto estiver pagando os antigos. Para isso, é preciso mudar os hábitos de consumo.

Para não se ver novamente devendo, é essencial viver de acordo com a renda que recebe, sem cair na armadilha de gastar mais do que ganha e acabar com um saldo devedor.

Saber qual é sua realidade financeira e, principalmente, se adaptar a ela é parte importante do processo para lidar de forma saudável com o dinheiro. Mesmo adequações pequenas na rotina — como cozinhar em casa em vez de jantar fora todos os dias — fazem a diferença no final do mês.

7. Como sair das dívidas cortando custos e definindo metas de gastos

Por fim, para manter o controle financeiro e fugir das dívidas, cortar custos é outro passo importante. Analise seu orçamento com cuidado e comece os cortes por áreas que não são essenciais, como vestuário, beleza, lazer etc. Mesmo contas de consumo, como luz, água e gás podem ser reduzidas com algumas mudanças de hábitos.

Para gerenciar suas finanças com sabedoria, use o planejamento a seu favor. Antes mesmo de o mês começar, defina metas de gastos para cada categoria do seu orçamento. Inicie pelas despesas essenciais e fixas, como aluguel ou plano de saúde.

Definir quanto você pode gastar em cada categoria é uma maneira de assegurar que sua renda está sendo usada nas áreas prioritárias para você e para sua família.

materiais educativos

Um ponto de atenção: além de estabelecer metas de gastos, é importante acompanhar as despesas domésticas ao longo do mês. Assim, você garante que está conseguindo se manter dentro do que foi determinado.

Se extrapolar o gasto em alguma categoria, busque compensar em outra, a fim de equilibrar seu orçamento e não terminar o mês no vermelho.

Agora que você já sabe como sair das dívidas com esses 7 passos, é hora de agir para organizar sua vida e conquistar de uma vez por todas a tão sonhada independência financeira.

Liste todos os débitos, renegocie com seus credores e quite as dívidas mais caras primeiro. Registrar as entradas e saídas, envolver os familiares e cortar custos são outras atitudes importantes para manter as finanças em dia.

Educação financeira não é algo que se aprende de uma hora para outra. É preciso planejamento e estudo. Em alguns casos, o ideal é buscar ajuda especializada para organizar as finanças e mudar a forma como você lida com seu dinheiro.

Conhece alguém que gostaria de descobrir como sair das dívidas? Compartilhe este post nas suas redes sociais!

seguro ideal